Fôlego renovado para a construção civil, só em 2015

07/02/2015 15:27

Os anos gloriosos de vertiginoso crescimento que acompanharam a indústria da construção civil no período de 2007 a 2012 aos poucos vão ficando no passado. O setor, que chegou a registrar expansão de 10% em 2010, segue em um ritmo de forte desaceleração, revelado pelos indicadores conjunturais do IBGE do Produto Interno Bruto (PIB), que registrou recuou de 2,3% nos primeiros três meses do ano, frente ao último trimestre de 2013. Com a retração do consumo das famílias e o encarecimento do crédito, o pessimismo tomou conta dos empresários, que preveem um crescimento tímido entre 1% e 2%, e apostam suas fichas em 2015, quando os grandes projetos de infraestrutura, fechados ainda nos leilões de final de 2013, devem começar a sair do papel.